Os capacetes de proteção podem salvar vidas!

Capacetes Proteção

A segurança começa por fazer uma boa escolha. Muitos profissionais reclamam dos capacetes de proteção, pois dizem ser “incómodo”, “pesado”, que “atrapalha o serviço”. Mas estes profissionais estão expostos a muitos riscos, a possibilidade de acidentes é muito elevada podendo alguns deles serem fatais.

Os capacetes de proteção foram criados para proteger a cabeça dos profissionais contra impactos externos. Assim, dependendo da função de cada profissional, também o capacete de proteção é adequado a cada um.

Os capacetes de proteção podem ser de dois tipos: tipo I e tipo II. Os capacetes de tipo I diferem dos de tipo II por estes não terem pala e possuírem aba (parte que circunda a calote) de dimensão que pode ser variável em toda a periferia do Casco.

Capacetes Proteção EPI's
Capacetes de Proteção disponíveis na Loja Online

Este pequeno equipamento pode salvar uma vida. Os capacetes do tipo I são mais utilizados em trabalhos de construção civil em geral, sendo os capacetes do tipo II mais aconselhados em trabalhos de escavações em galerias ou outros em que se exija maior eficiência na proteção da nuca aquando da queda de objetos ou descargas elétricas, dois dos riscos que podem ser fatais quando não são utilizados capacetes de proteção ou os que utilizam não são adequados.

Os capacetes de plástico, reforçados ou não, são os mais aconselháveis para utilização pelos profissionais da construção civil, trabalhos de montagens de estruturas e estaleiros de obras.

É importante perceber que cada profissão tem o seu risco associado e por isso, é muito importante perceber que também o equipamento de segurança tem de ser o mais indicado. Damos o exemplo dos capacetes de ligas de alumínio utilizados no combate a incêndios e que não devem ser usados na construção civil devido à sua condutibilidade elétrica.

A minimização do desconforto que muitos profissionais sentem deve ser feita considerando a ergonomia de cada um. Por isso, na M&M Protek podemos ajudá-lo na escolha e ajuste na hora de comprar estes equipamentos.

Usar capacete pode, por vezes, não ser suficiente. Os capacetes de proteção têm de seguir normas e ser confortáveis para que todos os profissionais os possam usar no seu trabalho, protegendo o crânio e a zona da cabeça.

Deixamos alguns exemplos do que deve ter em atenção para a manutenção do capacete de segurança:

  1. Antes de ser usado, o capacete deve ser inspecionado, de forma a detetar a presença de defeitos na calote e na armação que podem afetar a capacidade de proteção;
  2. O capacete deve ser lavado regularmente pois a sujidade pode ocultar a presença de defeitos;
  3. Um capacete defeituoso nunca deve ser usado: quando o capacete tiver sofrido uma forte pancada, deve ser destruído pois a capacidade de proteção fica comprometida.

Estas são alguns dos fatores que deve ter em atenção antes de usar o seu equipamento de segurança.

Salientando, ainda, que as variações climáticas, a utilização e acondicionamentos incorretos provocam o envelhecimento dos materiais, isto é, alteram as características físicas e mecânicas dos capacetes, pelo que devem ser efetuadas revisões e testes periódicos.

Cabe ainda a cada empregador zelar pela segurança dos seus profissionais, entregando capacetes de proteção, assim como a disposição de informações relativas ao seu uso.

Na M&M Protek somos especialistas na área da segurança e higiene no trabalho assim, podemos ajudá-lo a equipar todos os profissionais para que obtenham um melhor desempenho, esclarecer os riscos, regras e ajustar o capacete a cada atividade profissional faz parte da nossa atividade.

Visite-nos na M&M Protek para conhecer as melhores soluções para cada profissional.

Formulário de Contacto