5 dicas para identificar o melhor calçado de segurança e proteção no trabalho

Quando pensamos em Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s) no trabalho lembramo-nos, imediatamente, de fardas, coletes, luvas, máscaras, capacetes, entre outros tipos de proteções, e temos tendência a esquecer o calçado de segurança e proteção que é um acessório indispensável no dia-a-dia de qualquer trabalhador.

A proteção adequada dos pés na realização de tarefas laborais é essencial para a saúde e segurança dos trabalhadores. Nesse sentido, saiba como identificar o melhor calçado de segurança e proteção para o trabalho ao interiorizar as 5 dicas seguintes:

1. Conhecer os riscos a que os pés e as pernas dos trabalhadores estão sujeitos

O calçado de segurança e proteção, assim como os restantes EPI´s, deve ser utilizado quando os riscos presentes no contexto laboral afetam os pés e as pernas dos trabalhadores e não podem ser reduzidos e/ou evitados através da utilização dos Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC´s) ou de qualquer outro procedimento ou metodologia de segurança e proteção organizacional existente.

É extremamente importante que os empregadores façam uma análise rigorosa ao panorama laboral onde o trabalhador está inserido para apurar a origem e a forma dos riscos existentes no local de trabalho (queda de objetos, golpes, esmagamento, perfurações, contacto com líquidos corrosivos, entre outros).

Só assim é que os trabalhadores ganham consciência dos riscos e perigos existentes nas suas profissões e sabem identificar o calçado de trabalho mais apropriado para a realização das suas tarefas.

Calcado de seguranca e protecao - Sapato S3 SRC ESD
Sapato ideal para a indústria, transporte e armazém.

Riscos que afetam os pés e as pernas dos trabalhadores

Os pés e as pernas dos trabalhadores estão sujeitos a riscos diversos conforme as suas profissões e atividades laborais. Destacam-se os seguintes:

Riscos físicos: No caso de perfurações e impactos de objetos pesados.

Riscos químicos: Na situação de contacto com líquidos e vapores.

Riscos biológicos: Especificamente com vírus e bactérias.

Riscos ergonómicos: Nos exemplos associadas à correta postura profissional durante a realização de uma atividade laboral.

2. Adequar o calçado de trabalho à atividade laboral

Depois de conhecer os riscos a que os pés e as pernas dos trabalhadores estão sujeitos, é preciso ajustar o calçado de trabalho às obrigações que a respetiva atividade profissional exige.

Dependendo das funções e tarefas de cada trabalhador, todo o calçado de segurança e proteção deverá ser selecionado em função do seu grau de resistência em relação aos seguintes cenários de risco:

  • Impacto por queda livre.
  • Projeção de objetos em velocidade.
  • Esmagamento, perfuração ou dobragem.
  • Corrosão de ferrolhos e modelos de segurança de metal.
  • Ação de agente químicos.
  • Impermeabilidade à água, solventes ou outros líquidos.
  • Contacto com partículas incandescentes ou a altas temperaturas.
Calcado de seguranca e protecao - Bota S3 Compósito
Bota S3 Compósito – Bota de trabalho ideal para quem trabalha em ambientes abaixo de zero

3. Verificar se o calçado de segurança e proteção é resistente ao escorregamento

Todo o calçado de trabalho deve oferecer resistência ao escorregamento, incorporando, dessa forma, uma sola antiderrapante. Este tipo de sola deve oferecer ainda uma boa flexibilidade e uma excelente capacidade de absorção de impactos.

É desta maneira que o trabalhador fica melhor protegido e preparado para enfrentar os riscos da sua atividade laboral.

Calcado de seguranca e protecao - Bota S3 SRC ESD
Bota S3 SRC ESD com sola antiderrapante

4. Atender ao facto do calçado de trabalho ser ergonómico e ajustado ao tamanho do pé

Todo o calçado de segurança e proteção a ser usado no trabalho deve ser ergonómico de modo a adaptar-se corretamente ao pé do trabalhador.

Além disso, a escolha do tamanho do calçado é extremamente importante – sapatos de proteção muitos pequenos ou demasiado grandes podem causar problemas, insegurança e desconforto ao trabalhador.

Portanto, é fundamental certificar-se que o calçado escolhido é ajustado ao tamanho do pé para dar uma excelente resposta às necessidades do trabalhador, mas também para ir ao encontro das características do serviço a ser executado.

Tenha em atenção que o calçado de segurança deve ser cómodo e leve, especialmente se o trabalhador estiver muitas horas em pé.

Calcado de seguranca e protecao - Sapatilha Reebok S1P
Modelo extra leve, com sola em espuma EVA para conforto superior

5. Comprar calçado de segurança e proteção nas marcas de confiança

Na identificação do melhor calçado de segurança e proteção, é conveniente que saiba quais os melhores locais onde comprar, isto é, junto das marcas que lhe oferecem calçado de trabalho de qualidade e com todas as garantias, nomeadamente no que diz respeito à legislação em vigor.

Na M&M Protek encontra calçado de segurança e proteção de qualidade e com certificação europeia – consulte o artigo que aqui publicamos sobre o tema e fique esclarecido sobre as normas europeias em uso.

Calcado de seguranca e protecao - Bota S3 SRC
Bota S3 SRC – Modelo que obedece à norma EN ISO 20345 S3 SRC

Na M&M Protek desenvolvemos atividade na área da segurança e higiene no trabalho, sendo a comercialização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), Vestuário de Trabalho e Sinalização de Segurança parte fundamental da nossa atividade. Dentro destes equipamentos poderá encontrar as melhores opções para calçado de segurança e proteção, desenvolvidos com altos padrões de qualidade e de fabrico nacional.

Temos disponíveis as melhores marcas de calçados de segurança e proteção. Visite-nos no nosso site: www.mmprotek.pt.

Formulário de Contacto